• Combate ao Racismo
  • Geração de Empregos
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

16/09/2019 16:36

Iniciado curso de Economia e Planejamento para a Gestão Pública

Que perspectivas o avanço da China no cenário internacional traz para o nosso desenvolvimento econômico? Como se preparar para o impacto social da redução das operações da Petrobras na Bahia? Sob a coordenação do economista Fernando Pedrão, lideranças do governo baiano estão encarando o desafio de pensar estrategicamente a gestão pública do Estado no contexto das aceleradas transformações econômicas e geopolíticas atuais. O grupo integra a primeira turma do curso Economia e Planejamento para a Gestão Pública, deflagrado nesta segunda (16.09) no Instituto Anísio Teixeira (IAT) pela Secretaria de Administração do Estado (Saeb) em parceria com a Secretaria do Planejamento (Seplan).

“O cenário contemporâneo traz uma complexidade maior para a formulação de políticas públicas”, destacou o secretário de Administração do Estado Edelvino Góes, durante a abertura da capacitação, ao ressaltar a enorme pressão da sociedade por mais capacidade e qualidade na prestação dos serviços públicos. “Ao final do curso, o conhecimento adquirido será não apenas sobre aquilo que fazemos, mas sobre como pensar o que fazemos”, concluiu.

Professor livre docente da Ufba - com experiência internacional como técnico das Nações Unidas e colaborador da missão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) – o economista Fernando Pedrão fez questão também de destacar a relevância do curso. “É a primeira iniciativa do gênero no nosso Estado desde o governo Roberto Santos”, garantiu o professor, ao informar que, como resultado do curso, será construído um projeto com estratégias para a gestão do Estado.

“Quais são os aliados que nos interessam? Quais são as reais bases da nossa economia?”, indagou o economista, para enfatizar em seguida. “As coisas estão mudando muito rapidamente e, para planejar, nós não podemos perder de vista a relação com a realidade e, principalmente, a visão sobre as relações de força em jogo no mundo”, opinou.

Para a Diretora de Planejamento Econômico da Superintendência de Planejamento Estratégico da Seplan, Mirtes Aquino, abrir um espaço de debate que reúne representantes de diferentes áreas e instituições do Estado para pensar a economia e o planejamento é fundamental em um momento que vivemos mudanças rápidas e novos desafios para o estado e o país.

“Entender que o cenário econômico e seus impactos repercutem em todas as áreas e na vida das pessoas é essencial para planejar de forma efetiva a atuação governamental na direção do futuro almejado”, disse Aquino.

Com carga horária de 40 horas, distribuídas ao longo de duas semanas, o curso Economia e Planejamento para a Gestão Pública integra o Plano de Capacitação 2019 das Assessorias de Planejamento e Gestão (APGs) do Estado. O público alvo do treinamento, além de representantes da alta direção da Saeb e Seplan, são assessores de Planejamento e Gestão e outras lideranças estratégicas das diversas secretarias. O início de uma segunda turma já está programado para o próximo dia 23 de setembro.

Fonte: Ascom Saeb

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.