• Combate ao Racismo
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário

Notícias

13/08/2019 14:50

Protocolos são assinados para solução dos resíduos sólidos

Os Planos Intermunicipais de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos estão cada vez mais próximos de se consolidarem. Na manhã desta terça-feira (13), no auditório da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), dois protocolos de intenções que visam apoiar a elaboração do documento foram firmados entre o órgão estadual e os consórcios de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Sul (CDS-LS) e Intermunicipal da Mata Atlântica (Cima).

“Os consórcios são importantes porque sendo uma obrigação dos municípios a solução da questão dos resíduos sólidos, eles se apresentam no Brasil todo como a única solução para esta questão dos resíduos sólidos. O apoio do Governo do Estado é técnico e financeiro nas fases iniciais de estudo e planejamento”, afirmou o Assessor Especial da Seplan, Luís Henrique Pereira, representando o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro, no evento.

A ação é apoiada pelas secretarias de Planejamento (Seplan), Meio Ambiente (Sema), Infraestrutura (Seinfra) e Relações Institucionais (Serin). Além dos representantes dos consórcios municipais, participaram do ato os secretários Sérgio Brito (Sedur), Marcus Cavalcanti (Seinfra), João Carlos Oliveira (Sema).

Presidente do CDL-LS e prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, também destaca a importância da ocasião. “É, de fato, um momento histórico, pois enfrentar o problema dos resíduos sólidos não é fácil e necessita de um volume de recursos grande, por isso é tão importante essa interlocução com o estado”. O presidente do Cima, Antônio Guilherme, que também é prefeito de Santa Luzia, lembra que “esse é o terceiro encontro formal para tratar do tema e definir o conjunto de ações propostas nos planos”.

Os 26 municípios baianos que compõe os dois consócios e que participam nesse primeiro momento são Arataca, Camacã, Canavieiras, Itajú do Colônia, Jussari, Mascote, Pau Brasil, Santa Luzia, Una e São José da Vitória, que formam o Cima; e Almadina, Aurelino Leal, Barro Preto, Buerarema, Coaraci, Floresta Azul, Ibicaraí, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Maraú, Ubaitaba e Uruçuca, integrantes do CDS-LS.

Gestão Integrada

Os Planos serão pensados de forma a combater os principais problemas ambientais, sociais e econômicos decorrentes do manejo inadequado dos resíduos sólidos no território estadual. O documento abordará a prática de hábitos de consumo sustentável, bem como um conjunto de instrumentos que visam propiciar o aumento da reciclagem e da reutilização dos resíduos sólidos (aquilo que tem valor econômico e pode ser reciclado ou reaproveitado) e a destinação ambientalmente adequada dos rejeitos (aquilo que não pode ser reciclado ou reutilizado).


Fonte: Secom

Arquivo anexado:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.