• PPA Municipal 2018-2021
  • Prêmio de boias práticas 2017
  • Programa de Estágio
  • Novs sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste

Notícias

10/01/2017 11:40

Hospital da Mulher vai receber primeiras pacientes a partir de sexta-feira

Os primeiros leitos de internação do Hospital da Mulher, no Largo de Roma, em Salvador, começam a ser ocupados na próxima sexta-feira (13). Durante a inauguração, na tarde desta segunda (9), o governador Rui Costa se emocionou ao lembrar da mãe, Maria Luzia Costa dos Santos. "Chega a arrepiar. A emoção é grande. Minha mãe morreu de câncer de mama e naquela época havia muita dificuldade para diagnóstico e tratamento. Estou vindo aqui na esperança que, em breve, nenhuma mulher morra mais de câncer de mama, por não ter tido onde se cuidar, se tratar e fazer a cirurgia", disse Rui, acompanhado da primeira-dama, Aline Peixoto.

Nesta terça (10) e quarta (11), de acordo com o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, o hospital passa por procedimentos de limpeza e esterilização. “Na sexta [13], começamos a trazer mulheres que vão ficar internadas. Na segunda [16], o hospital abre completamente, com todos os ambulatórios, centros cirúrgicos, UTI e enfermaria. Toda a entrada é via sistema de marcação do Estado. As pacientes devem ir para um ambulatório de uma unidade básica de saúde e, sendo necessário, serão encaminhadas para o Hospital da Mulher”.

Moradora de Juazeiro, no norte da Bahia, Katussia Almeida, 39 anos, participou do evento de inauguração. Ela é paciente de oncologia e enfrenta com garra e esperança os efeitos do tratamento. “Eu vejo hoje como o dia da esperança. Com esse espaço, a gente acredita que vai haver uma mudança na saúde, com menos sofrimento no tratamento do câncer, pois há vida depois da doença”. 

De acordo com o governador, os prefeitos e prefeitas poderão encaminhar as mulheres que tenham diagnóstico de câncer para confirmar a suspeita no novo hospital do Governo do Estado. "Confirmando a suspeita, a ideia é que elas possam operar imediatamente, aumentando com isso a expectativa de vida e dando qualidade de vida a essas mulheres", garantiu Rui.

As Ganhadeiras de Itapuã e a Orquestra Sinfônica da Bahia se apresentaram na inauguração. A presidente das Ganhadeiras, Maria Melina Paranhos, destacou que “um hospital como este permite que existam mais ‘Ganhadeiras de Itapuã’, pois é um hospital muito necessário para as mulheres. Eu tenho neta e bisneta; agora, elas podem fazer o que eu até hoje não podia: me tratar em um lugar como este. É uma alegria muito grande participar da inauguração”. 

Estrutura

Com investimento superior a R$ 40 milhões, este é o maior hospital especializado no atendimento à saúde da mulher do Norte-Nordeste e considerado um centro de referência estadual. A unidade possui dez salas cirúrgicas e 136 leitos, sendo 97 destinados à internação, 10 para terapia intensiva (UTI) e 29 leitos para hospital-dia. O centro de diagnóstico está equipado com tomógrafo computadorizado, mamógrafo, ultrassom, doppler scan, raio-X e laboratório 24 horas. O hospital tem capacidade para realizar 9 mil consultas e mil procedimentos cirúrgicos mensais. 

O Hospital da Mulher prestará assistência nas áreas de ginecologia e mastologia, além do atendimento na área de reprodução humana, oncologia e situações relacionadas à violência sexual. A unidade também dispõe de um serviço de urgência e emergência ginecológica, com funcionamento 24 horas. Por mês, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesab), investirá cerca de R$ 4 milhões na manutenção do hospital, que será gerido por uma organização social.

Fonte: Secom

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.